Páginas

RESENHA - INFERNO DAN BROWN


Finalizado mais um livro do Dan Brown, um dos meus escritores favoritos e, mais uma vez, ele conseguiu me impressionar.


Sua mais recente obra intitulada Inferno, é um livro baseado no clássico poema A Divina Comédia de Dante Alighieri e o roteiro do seu livro segue o mesmo conceito de todos os seus livros anteriores, o personagem principal, nesse caso o já conhecido e amado Robert Langdon, é envolvido em um caso muito perigoso, conhece uma mulher muito linda, - que você já sabe pelos livros anteriores o que vai acontecer com eles no final - decifra vários enigmas para encontrar o vilão no final para sabotar seu plano maligno e esse vilão é sempre alguém inusitado e muito próximo do nosso personagem. Até aí, não é surpresa pra nenhum leitor assíduo dos livros de Dan Brown.

O que realmente é fascinante nos livros do Dan Brown é sua incrível capacidade de mesclar símbolos, história de grandes artistas e grandes mestres e suas obras de arte com tecnologias atuais ou que são tendências e nos deixar intrigado com o modo como conta sua história. Por exemplo, em Inferno, Dan Brown consegue utilizar elementos do poema A Divina Comédia e encaixá-los em assuntos preocupantes hoje, ou seja, um poema escrito em 1300 é encaixado perfeitamente em situações que acontecem em 2013 e de forma muito assustadora.

Alguns dos assuntos citados no livro e mesclados à história foram os drones, muito polêmicos por sinal, o mercado de livros digitais, ou ebooks, o movimento transumanista, o vírus-vetor, o "homossexualismo" (e eu achei genial como ele narra essa parte), o plástico Solublon, - o que me impressionou também, pois não sabia da existência de um saco que se dissolve na água - as polêmicas famílias Morgan, Rothschild e Rockefeller e, o assunto que deve ter explodido a cabeça de muita gente que leu o livro, a superpopulação e a matemática malthusiana. Tenho certeza que, após ler o livro, ao olhar a imagem abaixo, você também sente um frio na barriga, não é?


Outra coisa muito interessante é que nesse livro, diferente dos demais, tive a sensação que não tinha um vilão de fato. Nos outros livros sempre tem o cara que faz uma coisa ruim e que merece ser preso, ou morto, ou qualquer coisa assim. Em Inferno, o que existem são pontos de vistas diferentes e muito coerentes, o que traz essa sensação de que, na realidade, não existe um vilão e, pra ser sincero, muita gente concorda plenamente com os pensamentos e as atitudes do "cara mal" e pode me incluir nisso.

Além da excelente história, (quero deixar claro que o livro Anjos e Demônios ainda é o meu preferido) o livro faz você conhecer muitas obras de artes como pinturas, esculturas, poemas, etc; Viaja pela Itália e, confesso que fiquei com muita vontade de ir pra Florença só pra conhecer os lugares que Langdon visitou, assim como tive esta vontade com os livros anteriores; Aprende sobre a peste negra e o movimento renascentista e o significado da palavra quarentena que é comumente conhecida pelos programas de antivirus em nossos computadores; Se arrepia quando Robert Langdon está entrando no palácio afundado e ouve a orquestra tocando a Sinfonia Dante no trecho "Abandonai toda esperança, vós que aqui entrais" (pelo menos eu tive essa sensação); E fica por dentro de vários assuntos atuais.

Recomendo que você leia porque irá aprender e viajar sobre várias coisas e lugares. Pra você que já leu o livro, deixe seu comentário dizendo o que achou do livro, o que mais te impressionou e quais foram suas sensações no decorrer da história. Aproveite também para conferir o meu post com as principais imagens das obras de arte, lugares e tecnologias que aparecem no livro, é só clicar AQUI.

Obrigado pela leitura e volte sempre! :)



Dados Técnicos:

Para comprar o livro online, clique AQUI.
Para ler um trecho do livro online. clique AQUI.


Título: Inferno
Título original: Inferno
Autor: Dan Brown
Editora: Arqueiro
Ano de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 448
País: EUA
Sinopse: No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado em uma das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história - O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, Langdon luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o arrasta para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo o sombrio poema de Dante, Langdon mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.

Deixe aqui embaixo seus comentários, críticas e sugestões! :)

Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+
Comente pelo Blogger

Um comentário:

  1. agradeço pelas fotos me poupou tempo ja que tbm tenho essa mania de procurar por imagens referente às citações do livro. vc descreveu bem as descobertas foram assim pra mim tbm. já li tbm "o símbolo perdido" vc poderia fzr igual e por fts!

    ResponderExcluir